9 de junho de 2017

Deu pizza: TSE absolve Temer em julgamento escandaloso. Greve Geral neles no dia 30!

9/6/2017 - Por 4 votos a 3, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve Temer à frente da presidência da República. O julgamento foi um verdadeiro escândalo desde o início e mostra as entranhas da chamada “justiça” nesse país.

A Justiça tem lado. O lado daqueles que têm muito dinheiro e são poderosos. Por isso, a “justiça” dos ricos não vai mudar nada no país, nem sequer diminuir a corrupção.

A verdade é que essa “justiça” é parte desse sistema corrupto. Muitos juízes operam à luz do dia – como Gilmar Mendes –  a operação “Salva Ladrão” que vai varrer toda a sujeira para debaixo do tapete. Outros ainda foram até citados nas delações premiadas, como é o caso do próprio ministro do TSE Napoleão Nunes. O delator o acusa de receber dinheiro da empreiteira OAS, conforme reportagem do Valor desse dia 9.

Enquanto livra a cara o corrupto Temer – o tribunal chegou a rejeitar mesmo as delações da Odebrecht para preservar Temer e sua quadrilha – essa “justiça” dos ricos é implacável contra o povo pobre e trabalhador. O caso do catador de material reciclável Rafael Braga, 29, é particularmente revelador. Rafael foi preso em junho de 2013 por estar portando uma garrafa de Pinho Sol. No próximo dia 20 sua prisão completa quatro anos. Ele está no Complexo de Bangu, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Já corruptos como Temer e os empresários Joesley e Wesley, donos da JBS, gozam da mais ampla e irrestrita impunidade. Joesley e Wesley enriqueceram com base na corrupção e compra de políticos. Mesmo assim não foram em cana e estão desfrutando de toda grana roubada dos cofres públicos em suas mansões nos Estados Unidos.

O Congresso Nacional é um supermercado de ladrões. Está apinhado de corruptos e picaretas comprados pelas empresas e bancos. Esse bando de bandidos não representam os trabalhadores e povo pobre e agora estão roubando nossos direitos por meio das reformas de Previdência e trabalhista.

Absurda também foi atuação do PT. Enquanto diz defender o “Fora Temer” e “Diretas Já”, os advogados do partido estavam no TSE defendendo a não cassação da chapa Dilma-Temer. Na prática, se aliaram ao PMDB, ao PSDB e Gilmar Mendes para manter Temer na presidência.

Enquanto jogam para a torcida a história das “Diretas Já”, PT e PCdoB também articulam, por debaixo dos panos, que nome botar nas eleições indiretas que o Congresso poderá realizar caso Temer venha a cair. É tudo farinha do mesmo saco!

Já que os juizecos não tiraram Temer, vamos nós mesmos botar ele para fora e levar junto esse Congresso de corruptos. Dia 30 é Greve Geral neles!

Não vamos deixar eles roubarem nossos direitos com as reformas trabalhista e da Previdência. O caminho é Greve Geral e a construção de comitês de lutas contra as reformas nas fábricas, bairros, ocupações e escolar pra organizar luta do povo pobre. Vamos à luta e botar pra fora todos eles!

Leia também:
Campanha do PT por “Diretas Já” quer tirar de foco a construção da Greve Geral contra as reformas